Home Office: 7 principais problemas que você deve evitar

home office problemas cr sistemas e web linko comercial

Tenha mais qualidade no trabalho: fique ligado e evite esses problemas bastante comuns para quem faz home office

 

O que é Home Office?

Traduzindo literalmente, “Home Office” significa “Escritório em casa”.

Ou ainda poderíamos traduzir de outras formas: trabalho em casa, trabalho remoto, teletrabalho ou trabalho à distância.

Em termos de mercado de trabalho e, mesmo em termos econômicos, o home office sempre foi e continua sendo uma prática.

Até 2017, antes da Reforma Trabalhista, essa modalidade não era amparada por lei. Mas a Lei 13.467/2017 alterou a CLT permitindo assim, que as empresas possam ter o home office como modalidade de trabalho.

Ao observar o mercado de trabalho é comum as pessoas se deslocarem até as empresas para trabalhar. A empresa tem todos os recursos necessários para o desenvolvimento das atividades: máquinas, equipamentos, software.

Existem profissões e áreas que são mais fáceis para a adaptação deste tipo de trabalho: publicidade, design, jornalismo, fotografia, tecnologia da informação como um todo, entre outras.

Por outro lado, há funções que não são tão receptivas ao trabalho remoto. Existem aquelas profissões que precisam do ambiente da empresa para serem desempenhadas: análises clínicas, produção das fábricas, vendedores de lojas físicas, entre outros.

Mas é importante saber que o home office não precisa ser executado apenas em casa.

Se a atividade necessita apenas de um computador, um celular e uma boa conexão com a Internet, alguns ambientes externos à nossa casa já são suficientes para desempenhar o trabalho.

A prática desta modalidade de trabalho pode ser feita em um café, um hotel, aeroporto, um parque ou em um coworking, por exemplo.

Podemos ainda observar no mercado atual, a existência de trabalhos sendo realizados 100% em home office (nunca precisam ir até a empresa) e alguns de forma híbrida (onde a empresa tem a opção de estar em casa ou na sede da empresa).

 

Home Office em tempos de pandemia

O ano de 2020 ficará para sempre marcado para todos nós pela Pandemia, com o surto do COVID-19.

Como sabemos, o isolamento social fez com que as empresas, que assim puderam, transferissem suas operações para locais onde as pessoas pudessem ficar mais isoladas e ainda assim conseguissem desenvolver suas atividades.

Com ações deste tipo o termo “Home Office” começou a ser proferido aos quatro ventos.

Se estivéssemos vivendo essa pandemia há alguns anos, o home office tal qual conhecemos hoje não seria possível.

Hoje, dispomos de aplicativos para comunicação: Skype, Messenger, WhatsApp, Slack, Hangouts, Zoom, TeamViewer… Temos aplicativos para armazenamento na nuvem: Dropbox, Google Drive, OneDrive (só para citar alguns dos mais famosos).

As empresas continuam existindo. As estruturas físicas estão lá.

Em muitas delas as luzes estão apagadas. O silêncio impera!

Temos tarefas automatizadas? Temos robôs? Sim… temos tudo isso.

Mas o home office durante a pandemia mostrou que o ser humano é o mais importante.

 

Os 7 principais problemas que você deve evitar

Existem inúmeras pesquisas, levantamentos de dados e tópicos sobre home office espalhados por aí.

Uma simples busca no Google gera milhares de resultados:

A grande maioria deles mostra que as pessoas gostam do home office, pois ajuda a melhorar a eficiência, produtividade e gera altos níveis de satisfação.

Pensando nisso, resolvemos ouvir pessoas que fazem home office e a partir de uma pesquisa entendemos que as pessoas gostam SIM de trabalhar em home office.

Mas, claro, existe um lado negativo. Os problemas que desequilibram a balança e geram um desgaste muito grande no final do dia, da semana ou do mês.

Elaboramos uma lista com os principais problemas que você deve evitar ao trabalhar no regime de home office e assim tornar a sua vida mais confortável:

 

1. Apenas cumprir horário sem dar resultado

É importante pensar no longo prazo quando se está trabalhando em casa.

No final do dia, da semana ou do mês, qual o resultado que precisa ser entregue?

É preciso esquecer a ideia de que quando voltar a trabalhar fora de casa fará diferente.

As atenções devem estar no empenho dedicado e na qualidade do trabalho prestado, mesmo que esteja de pantufas ou sem camisa.

 

2. Permitir que o contato com os colegas diminua devido a distância

Para alguns, o ambiente empresarial é também onde se encontram os amigos mais queridos. Alguns têm família grande, outros moram sozinhos.

Assim, o home office traz saudade, a falta de calor humano e a falta do abraço.

Se sentir saudade de um colega, vontade de dar um abraço, falar uma bobagem, falar sério, ou sentir falta de algo que certamente faria se estivessem trabalhando juntos, faça com que seu colega saiba disso.

Converse com ele. Ligue, mande mensagem, e-mail… o que quiser.

Mas faça na hora. Se estivesse no trabalho com ele, pararia tudo para fazer do mesmo jeito.

É apenas distância física, não deixe que seja mais do que isso.

 

3. Descuidar da saúde

Grande parte das pessoas que não têm o hábito do home office, encontram na empresa onde trabalham toda a infraestrutura necessária.

O ambiente de trabalho está lá. As empresas proporcionam um local ideal para exercer suas atividades.

Estando em casa é necessário se adaptar e muitas vezes o provisório pode perdurar por um bom tempo, consequentemente reduzindo a produtividade.

Não caia nessa armadilha! Não fique trabalhando adaptado. Organize seu ambiente de trabalho.

Pense na saúde mental e física. É muito importante ter um local onde você possa trabalhar confortavelmente.

Use cômodos da casa que estejam aptos para desempenhar suas funções. Se não tiver, talvez haja um ambiente externo.

Algumas dicas para tornar seu ambiente mais interessante:

  • Ao usar um laptop, coloque-o sobre um suporte. Se não tem um suporte, alguns livros podem resolver a situação. Assim, o monitor fica na altura dos seus olhos e vai prevenir para que você tenha menos incidência de torcicolos ou dores nas costas;
  • O teclado e mouse dos laptops são bastante desconfortáveis quando precisamos usar o computador por muitas horas. Utilizar um teclado e mouse externos ajudam nessa situação. Isso vai lhe trazer mais conforto;
  • Se possível, agregue um monitor extra. Uma tela a mais vai aumentar sua área de visualização, tornando o trabalho mais eficiente. Com o uso de um segundo monitor pode-se, por exemplo, ter algumas referências em uma tela e a outra ser usada para produzir;
  • Para quem costuma participar de reuniões on-line, com chamadas de vídeo e áudio, um fone de ouvido é de grande utilidade. Além de ser mais confortável para falar, prestar atenção aos assuntos das reuniões e fazer anotações, ainda ajuda a reduzir os barulhos externos de trânsito ou algum vizinho que resolve fazer uma reforma;
  • Ter uma cadeira adequada também é um fator importante. Ela vai garantir conforto e ergonomia;
  • Na empresa tem alguns itens que são usados no dia a dia. Se possível, estes itens devem ser levados para casa;
  • Dias muito frios ou muito quentes também contribuem para reduzir nosso desempenho. Minimizar esses problemas com uso de ar condicionado, ventiladores, aquecedores, um fogão a lenha ou um edredom sobre as pernas pode ajudar;
  • A iluminação precisa ser condizente com a atividade que será realizada, seja ela natural ou artificial;
  • Ideal é que a posição onde se está trabalhando não tenha sombras sobre o equipamento a ser usado, assim evita-se problemas de visão ou cansaço;
  • E, por último, uma ótima conexão com a Internet. Já que será poupado algum dinheiro com transporte e outras despesas que acontecem quando precisamos nos deslocar até o trabalho, o dinheiro poupado pode ser aplicado em uma Internet de melhor qualidade e mais velocidade.

 

4. Misturar trabalho com as rotinas da casa

As duas coisas são importantes. Elas precisam ser feitas diariamente em seus devidos horários.

Quando se está em casa, a linha que separa trabalho e vida pessoal é muito tênue.

A relação com os familiares é uma realidade que influencia e pode dificultar bastante a concentração.

Crianças em casa precisam de atenção. E essa atenção é proporcionalmente mais intensa conforme a idade. Quando mais novos, mais atenção.

Elas, por vezes, não entendem muito bem o motivo pelo qual você está em casa e nessas horas, pode ser complicado dividir a atenção entre trabalho e filhos.

É comum, quando trabalhamos em casa, trabalharmos mais horas do que o normal. O trabalho fica muito presente no nosso dia.

Assim é superimportante estabelecer horários para início, meio e fim da rotina.

Precisamos ter muita disciplina para nos adaptarmos a essa questão.

Dessa forma, conseguimos ter momentos com a família, momentos para o trabalho e momentos para realizar tarefas pessoais como ir ao supermercado, realizar alguma atividade física, tomar café da manhã, almoçar e jantar.

 

5. Falta de planejamento

Não ter uma agenda de atividades a serem realizadas no dia vai atrapalhar e muito.

Planejar o dia e ter relacionadas as atividades importantes e secundárias vai lhe ajudar a focar.

Além disso, auxilia no que falamos no item 4, pois em função do planejamento, suas tarefas serão realizadas dentro do horário de trabalho.

 

6. Disfarçar a realidade

Se você está trabalhando em casa é possível que existam ruídos, outras pessoas conversando, crianças pequenas, cachorros latindo, carros na rua e tantas outras coisas que existem em nossas casas.

Seja sincero com quem estiver falando pelo telefone ou chamada de vídeo.

Mas deixe claro para as pessoas na sua casa, que você está cumprindo com suas obrigações de trabalho naquele momento.

Quanto aos animais é possível interagir com eles nos intervalos.

Assim terá a tranquilidade necessária para se concentrar e dar a devida atenção ao contato que está sendo realizado.

 

7. Não se vestir adequadamente

Trabalhar de pijamas é cilada. Sua performance jamais será a mesma.

Assim como é muito importante vestir-se adequadamente para ir ao trabalho, no home office as roupas têm influência sobre a maneira com a qual a gente se comporta.

 




Tags

gestão home office problemas home office