TEF: o que é e como funciona

TEF: entenda o que √© TEF, como funciona, quais os diferentes tipos e qual a rela√ß√£o dele com o cupom fiscal eletr√īnico.

tef-como-funciona-cr-sistemas-e-web-linko-comercial

🎧 este conte√ļdo tamb√©m est√° dispon√≠vel em a√ļdio:
 

A sigla TEF significa Transfer√™ncia Eletr√īnica de Fundos.

Uma vez que quase todas as opera√ß√Ķes feitas atrav√©s dessa solu√ß√£o, tem origem em um PDV (Pontos de Venda), podemos dizer que de um modo geral, a solu√ß√£o de TEF est√° associada com as vendas de produtos e servi√ßos.

Mesmo o uso do TEF sendo mais comum nas vendas, a solu√ß√£o de TEF pode ser utilizada em outras opera√ß√Ķes de recebimentos.

Transa√ß√Ķes financeiras ligadas ao uso de cart√Ķes de cr√©dito, cart√Ķes de d√©bito, carteiras digitais e PIX s√£o feitas atrav√©s do TEF de forma r√°pida e segura no mesmo momento em que uma venda √© feita ou um pagamento com cart√£o √© efetuado.

Os maiores beneficiados com esse sistema s√£o os com√©rcios ou varejos com grande volume de opera√ß√Ķes. Ainda assim, o TEF √© uma tecnologia acess√≠vel a qualquer neg√≥cio, grande ou pequeno e ajuda a aumentar a quantidade de formas de pagamento oferecidas.

O uso do TEF permite ao empreendedor aceitar pagamentos por quase a totalidade das bandeiras de cartão de crédito e débito.

Al√©m de deixar os neg√≥cios mais flex√≠veis, em fun√ß√£o do grande leque de formas de pagamento que poder√° ser aceito, torna os neg√≥cios mais seguros para o vendedor e comprador, pois evita erros no registro das informa√ß√Ķes quando comparado ao uso das maquininhas avulsas.

 

Como funciona?

Para entender como funciona o TEF, vamos conhecer antes quem s√£o os ‚Äúatores‚ÄĚ envolvidos numa opera√ß√£o de TEF.

S√£o tr√™s os ‚Äúatores‚ÄĚ que atuam durante o uso do TEF.

Software

O Software aqui ser√° o sistema de gest√£o respons√°vel por registrar as vendas e as devidas transa√ß√Ķes de pagamento.

As transa√ß√Ķes v√£o conter informa√ß√Ķes sobre os valores e as formas de pagamento que foram utilizadas em cada opera√ß√£o.

PinPad

O PinPad é um dispositivo que substitui as maquininhas de cartão.

Na verdade, ele √© uma maquininha de cart√£o tamb√©m. Por√©m, as fun√ß√Ķes do PinPad s√£o executadas a partir de comandos enviados pelo Software.

Ele faz a leitura do cartão e permite que o cliente informe seus dados: senha e, às vezes, seu CPF, por exemplo.

Outra função que pode ser feita através do PinPad é a leitura dos QR-Codes para pagamentos de contas com PIX.

Adquirentes

As adquirentes s√£o empresas que se conectam com as bandeiras de cart√£o.

√Č a partir delas que se dar√° a permiss√£o para que o pagamento ocorra. Ou seja, a aprova√ß√£o ou n√£o aprova√ß√£o das opera√ß√Ķes √© feita no lado da adquirente.

√Č com as adquirentes que se negociam as taxas.

Agora vamos ao processo envolvido no funcionamento do TEF:

O lojista instala um sistema de gest√£o em sua empresa. Este sistema, por sua vez se conecta ao PinPad.

Toda vez que o cliente realiza uma compra, e opta em pagar com um cart√£o de d√©bito ou cr√©dito, as informa√ß√Ķes da venda s√£o enviadas do software para o PinPad.

O PinPad, por sua vez, envia os dados da transa√ß√£o que est√° sendo feita no sistema mais as informa√ß√Ķes do cart√£o do cliente para uma adquirente.

Essa adquirente comunica-se com o banco. E essa comunica√ß√£o determina se as informa√ß√Ķes s√£o verdadeiras, bem como se h√° saldo dispon√≠vel para autorizar aquela opera√ß√£o.

tef-processo-linko-comercial-cr-sistemas-e-web

Sempre que a operação não é autorizada, tanto o PinPad, quanto o software de vendas irão informar ao vendedor e ao cliente, indicando que a transação não foi concluída.

E ao ser autorizada, a opera√ß√£o √© debitada na conta do cliente, em seu cart√£o de d√©bito ou cr√©dito, ao mesmo tempo que as informa√ß√Ķes daquela compra s√£o registradas no sistema de vendas da empresa.

 

Tipos de TEF

 

√Č bastante comum as empresas que n√£o t√™m um TEF integrado ao seu sistema de gest√£o, utilizarem as maquininhas de cart√£o.

As maquininhas s√£o conhecidas como POS ou POO:

  • POS – Point Of Sale ou Ponto de Venda:√© como s√£o conhecidas as maquininhas de cart√£o mais comuns, que n√£o tem liga√ß√£o com o software de vendas.
  • POO – Point Of Outdoor ou Ponto de Venda Externo: s√£o m√°quinas que funcionam atrav√©s de um chip de celular, e que v√£o transmitir as informa√ß√Ķes de compra por meio de redes de dados das operadoras de telefonia.

Tanto as maquininhas POS, quanto as POO, s√£o capazes de aceitar apenas algumas bandeiras.

Assim, se o lojista precisa aceitar muitas bandeiras de diferentes cart√Ķes, ele precisar√° ter mais do que um POS instalado. E cada um deles pode gerar um custo extra.

Ao adotar o TEF, apenas um PinPad é necessário, e ele é capaz de integrar diferentes bandeiras. A vantagem aqui é que a empresa pode ter taxas mais vantajosas junto às adquirentes de cartão.

Existem três tipos de TEF: discado, dedicado e IP:

 

TEF discado

Neste caso a comunica√ß√£o com a operadora do cart√£o √© feita atrav√©s de uma linha telef√īnica.

Nos dias atuais o seu uso não é muito comum, já que o uso da comunicação através de Internet é mais rápido e menos oneroso para a empresa.

Al√©m disso, a comunica√ß√£o discada √© mais lenta em rela√ß√£o as outras op√ß√Ķes.

 

TEF dedicado

O TEF dedicado utiliza uma VPN (Redes Virtuais Privadas) e uma linha dedicada para conectar a empresa com a operadora do cart√£o.

Esse tipo de TEF é indicado para empresas com um fluxo bastante intenso de vendas por cartão.

√Č vantajoso no sentido de dar maior velocidade na autoriza√ß√£o das vendas. Por outro lado, o custo desse tipo de conex√£o √© maior, e precisa de um grande volume de vendas para que a opera√ß√£o se pague.

 

TEF IP

O TEF IP também usa uma VPN com a operadora do cartão. Mas, aqui a comunicação utiliza a própria internet.

A autoriza√ß√£o da opera√ß√£o √© bastante r√°pida e, assim como o TEF dedicado, o TEF IP √© uma boa escolha para empresas que tenham grande volume de transa√ß√Ķes.

 

Relação entre o TEF e a NFC-e

Ao emitir uma NFC-e no sistema de PDV, o sistema far√° duas opera√ß√Ķes:

  • A transmiss√£o e autoriza√ß√£o da NFC-e para a SEFAZ;
  • A autoriza√ß√£o da venda junto √† adquirente.

Ambas as opera√ß√Ķes, apesar de serem feitas de forma separada, ao final s√£o juntadas, j√° que a Lei determina que logo a p√≥s a impress√£o do DANFE-NFC-e seja impresso um comprovante com as informa√ß√Ķes da opera√ß√£o de TEF.

Essa obriga√ß√£o em vincular as opera√ß√Ķes √© comum no uso do TEF.

Um exemplo disso √© a obrigatoriedade determinada pelo Governo do Rio Grande do Sul, onde foi oficializada regra a partir do ano de 2023, veja aqui mais informa√ß√Ķes a respeito disso: Cupom fiscal: obrigat√≥rio o v√≠nculo da nota com comprovante

Este material a seguir, apresenta dicas importantes na hora de escolher um sistema de PDV, al√©m de mostrar um cupom fiscal sendo impresso na pr√°tica: Cupom Fiscal Eletr√īnico: 5 dicas ANTES de implantar

 




Tags

cupom fiscal eletr√īnico faturamento legisla√ß√£o